domingo, 17 de julho de 2016

"Procurando Dory": uma aventura extremamente hilária!

     Esperei por muitos anos o lançamento de "Procurando Dory". Desde quando assisti a cena final de "Procurando Nemo", alguma coisa me dizia que futuramente a Disney faria a sua continuação. Treze anos se passaram e aqui estamos. Passou muito, muito tempo, mas valeu a pena esperar.

      Quando soube do lançamento de "Procurando Dory", tive certeza de que iria gostar. Primeiro porque é animação, um gênero que eu adoro. E segundo, porque se trata de um filme protagonizado pela Dory, uma das personagens mais carismáticas e engraçadas do gênero.

      Mas ao mesmo tempo eu me indagava se o filme seria tão bom quanto foi o clássico"Procurando Nemo". Eu não entendi o motivo do receio; acho que foi um momento de ligeira tolice da minha parte.

     A verdade é que eu me diverti o tempo inteiro enquanto assistia. Acho que eu ri a maior parte do filme! Cada diálogo, cada cena, cada gesto de um personagem era motivo para gargalhada.

      Bacana também foi descobrir o passado de Dory. Saber como foi sua infância ao lado dos pais, os primeiros obstáculos que ela enfrentou com o problema da perda de memória recente, a forma como ela aprendeu a falar baleiês, entre outras peculiaridades, que fizeram dela essa peixinha tão generosa, altruísta e empática. 

      Apesar do roteiro excelente, dos personagens incríveis que já conhecíamos e pudemos rever, e daqueles a quem fomos apresentados, quem se destacou mesmo no filme foi esse sujeito da imagem ao lado, o Geraldo. Pessoal, não me perguntem o motivo, pois estou até agora tentando entender. Geraldo é um leão-marinho, que aparece em pouquíssimas cenas e não diz uma só palavra, enquanto tenta subir em uma pedra, na qual é imediatamente expulso por outros dois leões-marinhos, o Bailey e o Fluke. E foi nesses poucos instantes de aparição que Geraldo arrancou gargalhadas do público. Aliás, foi o momento que causou mais risadas no filme inteiro.

      E mais surpreso ainda eu fiquei quando, após a sessão, pesquisei na internet sobre a opinião de outras pessoas em relação ao filme e descobri que Geraldo, para o grande público, é o maior destaque de "Procurando Dory". Ele roubou a cena! Por essa a Disney não esperava! E eu não me surpreenderia se, daqui a alguns anos, lançassem "Procurando Geraldo". Eu ficaria muito satisfeito e ansioso pra assistir (risos).

     Divertido e emocionante, "Procurando Dory" se tornou para mim uma das melhores animações da Disney, e uma das minhas preferidas. Em relação ao "Procurando Nemo", acho que é bem mais leve e bem-humorado. O primeiro, devido ao drama de Marlin e sua difícil relação com o filho, Nemo, talvez seja um pouco mais comovente. Duas grandes aventuras, com aspectos diferentes e que ficam marcadas para sempre em nossas memórias. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário