quinta-feira, 30 de julho de 2015

É prudente criar expectativas sobre "A Regra do Jogo"?


     Desde quando a bandeira do Divino F. C. congelou acompanhada da palavra "Fim" na cena final do último capítulo de "Avenida Brasil" (2012), o público se viu órfão da novela e desde então nenhuma outra fez tanto sucesso no horário quanto a novela de João Emanuel Carneiro. Agora, o prestigiado autor já se prepara para apresentar uma nova história, com estreia prevista para agosto: "A Regra do Jogo". E nas redes sociais é possível perceber que há uma grande expectativa para sua estreia. Até agora pouco se sabe sobre a trama, mas a rejeição do público por "Babilônia" tem contribuído para que os telespectadores anseiem pelo fim da atual novela das nove.

      Criar grandes expectativas sobre qualquer coisa pode ser perigoso. Se não superá-las, pode se decepcionar - e muito! Como é o caso de "Babilônia", que prometia ser a novela do ano, mas, infelizmente, os autores se perderam e o resultado... bem, não precisa nem dizer, né?

      Mas se tratando de João Emanuel Carneiro fica difícil não se empolgar. Afinal, todas as novelas que ele escreveu até hoje fizeram enorme sucesso. E o cara é um gênio! Sabe contar histórias e criar personagens que arrebatam o público. Além do fenômeno mundial "Avenida Brasil", tivemos "A Favorita" (2008), "Cobras & Lagartos" (2006) e "Da Cor do Pecado" (2004). Embora o autor tenha um excelente currículo, acho mais sensato não criar expectativas tão exageradas sobre "A Regra do Jogo". Pelo menos é isso que prefiro fazer. Se ela for tudo isso que está prometendo, é melhor que eu me surpreenda.

     Com Alexandre Nero, Vanessa Giácomo, Giovanna Antonelli e grande elenco, "A Regra do Jogo" tem a direção de Amora Mautner e estreia prevista - e muito aguardada - para o fim de agosto. Confira o teaser:

quarta-feira, 29 de julho de 2015

[Top 5] As 5 novelas de Cassiano Gabus Mendes que mais quero assistir


     Hoje, 29 de julho, seria o aniversário de um dos maiores novelistas que a teledramaturgia brasileira já teve: Cassiano Gabus Mendes. E não é preciso ter assistido suas novelas - como é o meu caso - para saber o quanto suas obras tiveram grande importância para a história da telenovela brasileira.

     Cassiano nasceu em São Paulo, em 1929. Filho do radialista Otávio Gabus Mendes, ele cresceu frequentando emissoras de rádio. Seu primeiro contato com a televisão foi na fundação da TV Tupi, em 1950, quando ele foi convidado para ser diretor artístico da emissora. Em 1968 revolucionou a telenovela brasileira ao desenvolver o argumento da novela "Beto Rockefeller", escrita por Bráulio Pedroso, uma trama moderna que focava no cotidiano de seus personagens, algo muito próximo da vida do telespectador. E foi nessa novela que o talento de Luiz Gustavo - que interpretava o personagem-título - foi revelado como ator. Cassiano e Luiz Gustavo eram cunhados na vida real e trabalhariam juntos futuramente. Cassiano também é pai dos atores Tato e Cássio Gabus Mendes.

     Em 1976, Cassiano chegou à Rede Globo escrevendo a primeira versão da novela "Anjo Mau". O sucesso foi tão grande que ele não saiu mais de lá, sendo responsável por grandes sucessos, como "Locomotivas" (1977), "Te Contei?" (1978), "Marron Glacé" (1979), "Plumas & Paetês" (1980/81), "Elas por Elas" (1982), "Ti Ti Ti" (1985), "Brega & Chique" (1987), "Que Rei Sou Eu?" (1989), entre outras.

      Pesquisando sobre a vida e a obra de Cassiano, é possível perceber que ele foi um mestre da criatividade e versatilidade. Cassiano nos deixou em 18 de agosto de 1993, mas suas histórias marcaram muitas gerações e até hoje povoam no imaginário dos telespectadores. Por isso, o Top 5 de hoje é com as novelas de sua autoria que pretendo assistir, se tiver oportunidade. Confira:

terça-feira, 28 de julho de 2015

Sucesso, "Além do Tempo" ganha destaque na revista Minha Novela


     "Além do Tempo" começou há poucas semanas, mas já conquistou de vez o público. A novela de Elizabeth Jhin, exibida no horário das seis vem alcançando ótimos índices de audiência que não são vistos desde 2012, quando a Globo exibia a novela "Amor Eterno Amor", que por acaso (ou não) é da mesma autora.

      A trama tem um público fiel que se faz presente nas redes sociais para comentar os capítulos. E é um verdadeiro mar de elogios à novela, que conta com a excelente direção de Rogério Gomes.

   E o bom êxito de audiência, repercussão e qualidade fez "Além do Tempo" ganhar destaque na capa da edição 830 da revista Minha Novela, já que a atual novela das nove, "Babilônia" não conquistou o público. Na trajetória da revista, que está no mercado há mais de 15 anos, foram raras as vezes que uma novela das oito/nove não esteve em destaque na capa. 

     E além da manchete principal, essa edição traz uma entrevista com Rafael Cardoso, que vive o Conde Felipe em "Além do Tempo", e muitas outras novidades e surpresas do mundo da teledramaturgia!

sábado, 25 de julho de 2015

[Resenha] "Perdas e Danos", por Diane Chamberlain


     Às vezes os problemas aparecem em nossas vidas de forma tão rápida e pesada que nos sentimos sem rumo, como se estivéssemos em um labirinto tentando encontrar a saída e nos damos conta de que quanto mais a gente caminha, mais se afasta dela.

     E foi exatamente essa a sensação que percebi no personagem Travis Brown, o herói do romance "Perdas e Danos". Ele é um rapaz de apenas 23 anos e que já é pai de uma linda menina de 4 anos, Bella, que cria com a ajuda de sua mãe. Robin, a mãe de Bella, devido a sérios problemas de saúde, não pôde ficar com a menina e seu pai a convenceu a entregá-la para a adoção. Mas Travis não deixou que isso acontecesse; lutou pela guarda da menina e agora luta incansavelmente para sustentá-la. Sua rotina não é fácil, mas ele consegue levar uma vida digna.  

quarta-feira, 22 de julho de 2015

[Sinopse] "Ame o que é Seu", por Emily Giffin

"Como seria a vida se tivéssemos feito outras escolhas?"

     Fazer qualquer escolha na vida requer muita reflexão. E mesmo assim, ainda corremos o risco de nos arrepender depois. Mas até mesmo quando estamos felizes, a curiosidade em saber como seria nossa vida se tivéssemos optado por outros caminhos é inevitável.

     Em "Ame o que é Seu", a autora Emilly Giffin nos faz refletir exatamente sobre isso narrando a história de Ellen, uma fotógrafa que está diante de um grande dilema em sua vida.

terça-feira, 21 de julho de 2015

[Resenha] "Dias de Chuva e Tempestade", por Nancy Pickard


      Duas vidas marcadas por uma tragédia. Collin Crosby e Jody Linder cresceram na pequena cidade de Rose, no Kansas, com um triste acontecimento do passado que pesava sobre suas histórias. O pai do rapaz, Billy Crosby, foi condenado pelo assassinato dos pais de Jody, Hugh-Jay e Laurie Linder. Após 23 anos na prisão, a condenação foi contestada e Billy foi solto e estava de volta à cidade. E seu retorno, além de gerar revolta da população, também irá trazer à tona novos questionamentos sobre o que de fato aconteceu naquela terrível noite de tempestade.

sábado, 18 de julho de 2015

"Além do Tempo": trama clássica com produção de alta qualidade

"É como se eu já te amasse... desde sempre" - disse Felipe (Rafael Cardoso) não resistindo ao amor de Lívia (Alinne Moraes)

      Ainda é cedo pra dizer se "Além do Tempo" de fato conquistou o público. Mas se levarmos em conta os números de audiência e a repercussão da nova novela das seis nas redes sociais, por exemplo, podemos dizer que sim.

     Estamos falando de um folhetim clássico, que para alguns pode até soar como uma história "batida". Mas do meu ponto de vista acho que era isso que o público procurava. Acredito que os telespectadores apreciam esse tipo de história, que cativa e emociona. E mais do que uma história clássica, "Além do Tempo" é um produto de altíssima qualidade; a direção de Rogério Gomes é perfeita para a novela. Agora pude comprovar que as chamadas antes da estreia já antecipavam que a produção seria impecável. Cenários, figurinos, sequências de cena, fotografia, enfim, tudo é de encher os olhos.

     Essa é a terceira vez que a autora Elizabeth Jhin trabalha com o diretor Rogério Gomes. Seus trabalhos anteriores, as novelas "Escrito nas Estrelas" (2010) e "Amor Eterno Amor" (2012) foram dois grandes êxitos, principalmente a primeira, que é um dos maiores sucessos da década.

     Outro acerto da produção de "Além do Tempo" é a trilha sonora. Apesar da maioria das músicas já terem sido tocadas em outras novelas, é maravilhoso ouvir "Palavras ao Vento" na belíssima abertura; e "Sinônimos", na voz de Zé Ramalho como tema do casal protagonista Lívia (Alinne Moraes) e Felipe (Rafael Cardoso). E falando no casal, ontem foi ao ar o primeiro beijo dos personagens. A cena foi muito bem executada e até agora foi a melhor da novela (assista clicando aqui).

     Estou curioso para saber como será a passagem de 150 anos da novela, na qual seus personagens reencarnarão em outra vida, já nos dias atuais. Isso só deve acontecer a partir do capítulo 70, mas já fico interessado em saber como isso irá acontecer. Será que vai dar certo? Não sei, mas sem dúvidas é algo bastante diferente e muito interessante!

[Sinopse] "Caminho das Índias", por Gloria Perez


Diferentes tradições e culturas se encontram em uma fascinante história de amor!

     Exibida originalmente em 2009, "Caminho das Índias" volta ao ar no Vale a Pena Ver de Novo no dia 27. Escrita por Gloria Perez, com direção de Marcos Schechtman, foi a primeira novela a ser premiada com o Emmy Internacional de Melhor Telenovela.

    "Caminho das Índias" tem pela frente e missão de manter os ótimos índices de audiência de "O Rei do Gado". Saindo do clima de interior do Brasil da novela de Benedito Ruy Barbosa, o público terá a oportunidade de relembrar os costumes, as danças, os sabores e as tradições da Índia.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

"Verdades Secretas": o fascínio das onze!



      A atual novela das onze a cada capítulo me surpreende. Não esperava que fosse gostar tanto de “Verdades Secretas” assim. E o mais curioso é a repercussão positiva em torno da novela, que pude comprovar nas conversas com os amigos e também nos comentários dos internautas nas redes sociais. Alguns até lamentam não poder assistir a novela. Se tratando de um produto que vai ao ar em um horário de pouca visibilidade, chega a ser inusitado.

     “Verdades Secretas” é um caso quase raro em que tudo dá certo: texto, elenco, direção, etc. É um casamento perfeito. 

     O grande êxito certamente é do autor Walcyr Carrasco, afinal, não adianta uma novela ter um excelente elenco e uma ótima direção se não tiver uma boa história e bons personagens, que possam cativar o público. Um bom exemplo disso é a novela das nove, “Babilônia”, que apesar de ter um excelente elenco e direção experiente, sua trama não fisgou o público e, por conta disso, seus personagens não arrebataram os telespectadores. E olha que a novela tem três autores, hein!

      Falando em elenco, sobre “Verdades Secretas” não consigo destacar um só ator que esteja sobressaindo aos demais. Pra mim, todos – sem exceção – estão ótimos em seus respectivos papéis. Até mesmo aqueles que quase não aparecem, quando o fazem, demonstram grande aptidão e boa vontade no papel.

     Já em relação aos personagens, há sim uma que se destaca pra mim em relação aos outros: a maravilhosa Carolina! É claro que o fato de ser interpretada pela brilhante Drica Moraes, atriz por quem tenho grande apreço, influencia bastante, mas além disso, Carolina é uma personagem incrível! Totalmente do bem, ela é uma mulher de rígidos princípios éticos, de uma simplicidade que encanta. 

      Atualmente, Alex (Rodrigo Lombardi) está se envolvendo com Carolina para ficar próximo de Angel (Camila Queiroz). Gosto tanto da personagem, que até torço pro Alex se redimir e não magoá-la, mas logo lembro que isso será inevitável. Há verdades secretas pesadas demais no passado dele com a Angel e que mais cedo ou mais tarde virão à tona.

     Antes da estreia, a princípio, Carolina seria interpretada por Deborah Secco, que engravidou e acabou saindo da novela. Posteriormente Débora Falabella foi cogitada para o papel, mas por problemas pessoais também não pôde aceitar. E consequência disso, o autor comentou em uma postagem no Instagram: “[…] há vezes em que o personagem procura a atriz. É meio mágico mas a atriz perfeita surgirá!!!”. E realmente, Walcyr, ela surgiu!

Drica Moraes se destaca em "Verdades Secretas".

terça-feira, 14 de julho de 2015

[Sinopse] "Perdas e Danos", por Diane Chamberlain

     
     Até que ponto o amor por uma filha pode influenciar na vida de um homem?

     Em "Perdas e Danos", esse é um dos principais questionamentos que o romance de Diane Chamberlain suscita aos seus leitores.

     De enredo cativante e envolvente, "Perdas e Danos" narra a trajetória de um homem que atravessa todos os obstáculos da vida a fim de promover o bem estar de sua adorada filha.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

[Sinopse] "Dias de Chuva e Tempestade", por Nancy Pickard

"Há segredos que não devem ser revelados."

      A sede pela verdade e a justiça é o que move os personagens Jody Linder e Collin Crosby, os protagonistas de "Dias de Chuva e Tempestade". 

     Escrito por Nancy Pickard, o romance foi publicado no Brasil em 2012, pela editora Arqueiro. 

     Suspense com pinceladas de poesia e lirismo, "Dias de Chuva e Tempestade" narra uma história intensa com personagens incrivelmente reais e profundos.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

[Resenha] "O Sobrevivente", por Gregg Hurwitz


      Cheio de atribulações e diagnosticado com um problema de saúde incurável, Nate Overbay decide dar fim à própria vida se jogando do parapeito da janela do banheiro do 11º andar de um Banco. Ao ouvir tiros vindo de dentro do Banco, Nate percebe que está havendo um assalto. Chocado com a crueldade dos criminosos, ele decide usar toda a sua experiência no treinamento militar e consegue render e matar todos os integrantes da quadrilha, menos o seu líder, que antes de escapar ameaça Nate, deixando claro que ele se arrependerá de seu ato. Dias depois, Nate é sequestrado pela máfia ucraniana e recebe uma ameaça: precisa voltar ao banco e concluir a tarefa que os bandidos não puderam cumprir. Do contrário, sua ex-mulher – pela qual ainda é apaixonado – e a filha adolescente, que não o reconhece mais como pai, serão brutalmente assassinadas. Enquanto o tempo corre de maneira implacável e o prazo de Nate se aproxima do fim, ele luta não só para salvar as duas da morte, mas também para recuperar sua confiança e seu amor.

     Gregg Hurwitz sabe mesmo como deixar seus leitores viciados e empolgados com seus livros. É impressionante como em poucos capítulos ele consegue prender o leitor a uma história envolvente, narrativa ágil e eletrizante com situações imprevisíveis. Sem falar nos desfechos surpreendentes.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

[Top 5] As Melhores Temporadas de "Malhação"


     "Malhação" é um produto televisivo que está presente na memória afetiva de muitas gerações. Há vinte anos no ar, a série vem conquistando fãs a cada temporada. Apesar de não ter a mesma audiência de 10 anos atrás, entre uma temporada e outra a trama consegue grande repercussão nas redes sociais.

     Levei muito tempo para começar a gostar de "Malhação". Isso só aconteceu em 2006, na 13ª temporada. As anteriores, apesar de serem muito elogiadas pelos meus parentes e amigos, não me conquistaram. Mas acredito que tudo na vida tem seu tempo, seu momento certo.

     Em comemoração a essa série que completa 20 anos no ar, resolvi listar as 5 temporadas que eu mais gostei de assistir até hoje. Confira: