sábado, 27 de junho de 2015

[Sinopse] "O Sobrevivente", por Gregg Hurwitz

     Conheci as obras de Gregg Hurwitz no início do ano. Dos três romances publicados no Brasil, escolhi "Você é o Próximo" para ler primeiro e me surpreendi demais! É um dos melhores livros que já li. E Gregg se tornou um dos meus autores preferidos.

     Agora estou na expectativa pro próximo livro do autor que vou começar a ler: "O Sobrevivente". Lançado no Brasil pela editora Arqueiro há quase um ano, o livro narra a trajetória de Nate Overbay, que após um ato heroico, acaba colocando em risco a vida das pessoas que ele mais ama.


sexta-feira, 26 de junho de 2015

[Resenha] "Seis Anos Depois", por Harlan Coben



     Esquecer um grande amor é algo bastante difícil. Principalmente nas condições em que se encontra Jake Fisher, o protagonista do livro “Seis Anos Depois”. Jake conheceu Natalie Avery no verão, durante um retiro para artistas. Ambos se apaixonaram e viveram os melhores meses de suas vidas. Mas de uma hora pra outra, Natalie rompeu o relacionamento com Jake, alegando que se casaria com seu ex-namorado, Todd, e pediu para que ele os deixassem em paz e que nunca mais voltasse a procurá-la. De coração partido, Jake passa a dedicar-se inteiramente à sua carreira de professor universitário e mantêm a promessa… durante seis anos. Quando fica sabendo do falecimento de Todd, Jake resolve procurar Natalie. Mas no enterro se depara com outra viúva e descobre que o casamento de sua amada amante não passou de uma farsa. Disposto a esclarecer tudo, Jake resolve procurá-la, mas não imagina o quanto pode ser perigoso ir atrás que alguém que não quer ser encontrado.

     “Seis Anos Depois” é mais um livro sensacional de Harlan Coben, lançado pela editora Arqueiro em 2014. Estava bastante ansioso para lê-lo, mas precisei adiar sua leitura porque antes precisava ler “Fique Comigo” e “O Inocente”, ambos do Harlan Coben que estavam na minha lista de espera. E como “Seis Anos Depois” era o mais recente, preferi deixá-lo para depois.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

[Sinopse] "Além do Tempo", por Elizabeth Jhin


     E se fosse possível termos outra chance? Uma nova oportunidade para amar, para “fazer diferente”, para corrigir os erros do passado ou pagar por eles? Será mesmo que cada um colhe o que planta e nada acontece por acaso?

      Esses são alguns dos questionamentos que "Além do Tempo" deve suscitar. A nova novela das seis estreia no dia 13 de julho, substituindo "Sete Vidas". Escrita por Elizabeth Jhin e dirigida por Rogério Gomes, "Além do Tempo" narra a história de amor entre Lívia (Alinne Moraes) e Felipe (Rafael Cardoso), que passará por muitos obstáculos.

     Elizabeth Jhin é uma das melhores autoras da atualidade. Suas novelas sempre apresentam tramas interessantes e envolventes. Com três novelas no currículo - "Eterna Magia" (2007), "Escrito nas Estrelas" (2010) e "Amor Eterno Amor" (2012) -, ela promete inovar na narrativa de "Além do Tempo".

     Pelas imagens divulgadas, parece que teremos um produto de muita qualidade. Não só pela história desenvolvida pela autora, mas também pela primorosa direção de Rogério Gomes, cuja parceria com a autora acontece pela terceira vez.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

[Resenha] "Memórias de um Gigolô", por Marcos Rey

     Há oito anos conheci as obras daquele que considero um dos melhores autores do nosso país: Marcos Rey. Meu primeiro contato foi o infanto-juvenil "Dinheiro do Céu". Gostei tanto que logo depois vieram "Sozinha no Mundo", "O Mistério do Cinco Estrelas", "Corrida Infernal", "Gincana da Morte" e vários outros títulos.

     Sempre soube que Marcos também escreveu romances para o público adulto - os títulos que eu citei acima são da Coleção Vaga-Lume da editora Ática, focada no público infanto-juvenil, que fez muito sucesso nas décadas de 70, 80 e 90. A oportunidade de ler um livro "adulto" escrito pelo autor se deu há poucos dias, quando encontrei um exemplar antigo de "Memórias de um Gigolô" na biblioteca da faculdade. 

quarta-feira, 17 de junho de 2015

"Caminho das Índias" substitui "O Rei do Gado" em julho


     A reprise de "O Rei do Gado" pegou muita gente de surpresa no Vale a Pena Ver de Novo. A novela de Benedito Ruy Barbosa, exibida em 1996, reprisada pela primeira vez na sessão em 1999 e exibida novamente em 2011 no Canal Viva tinha tudo pra dar errado nessa nova exibição, mas o que se viu foi um fenômeno nas tardes da Globo, que por muitas vezes deu mais audiência que "Malhação" e a novela "Sete Vidas".

     Foi um grande acerto da Globo apostar na saga das famílias Berdinazzi e Mezenga. Por isso, a responsabilidade de escolher a novela substituta ganhou um peso ainda maior. Foram cogitados grandes sucessos já reprisados, como: "Vale Tudo", "Por Amor", "Alma Gêmea" e "Senhora do Destino". Mas a Globo resolveu apostar em um sucesso que ainda não foi revisto.

     "Caminho das Índias", de Gloria Perez, exibido em 2009 foi a escolhida. A novela fez muito sucesso ao retratar a cultura indiana em contraponto com os costumes brasileiros, narrando a história de amor entre Raj (Rodrigo Lombardi) e Maya (Juliana Paes).

      Pra mim as melhores novelas de 2009 foram "Caras & Bocas" e "Paraíso", mas "Caminho das Índias" tem muitas qualidades e um apelo popular muito forte, sem falar na grande repercussão da novela pelo mundo, que garantiu o Emmy Internacional de Melhor Telenovela. Acredito que fará muito sucesso nessa reprise. Mas para isso é preciso que a Globo divulgue bastante.




"Verdades Secretas", qualidades expostas!


     Estou impressionado com a qualidade da produção de "Verdades Secretas". A direção primorosa de Mauro Mendonça Filho combina muito com o texto do Walcyr Carrasco. A história é bastante forte e intensa e os atores estão ótimos nos seus respectivos papéis. A trilha sonora também merece elogio. Espero que a trilha sonora da novela seja lançada, o que costuma não acontecer com as novelas do horário. A única que teve trilha sonora comercializada até hoje foi "Gabriela" (2012).

Os personagens Alex (Rodrigo Lombardi) e Angel (Camila Queiroz) esbanjam química e agradam o público


Trilha Sonora de "Babilônia" - Vol. 2


     
     E a Globo lançou o segundo volume da trilha sonora de "Babilônia". Dessa vez a capa é com Bruno Gagliasso e Sophie Charlotte, que interpretam o Murilo e a Alice, respectivamente. A capa ficou muito bacana!
     É lamentável que não tenham separado as músicas nacionais das internacionais. E também não incluíram em nenhum dos álbuns a música "So Not Over You", do Simply Red, que tocava no clipe de apresentação da novela.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

[Sinopse] "Três Semanas com Meu Irmão", por Nicholas Sparks e Micah Sparks

     Nicholas Sparks é famoso por suas histórias que surpreendem e emocionam. Mas você já imaginou conhecer de perto as experiências que inspiraram muitos dos excelentes romances do autor?

     Com o livro "Três Semanas com Meu Irmão", os fãs do Nicholas terão essa oportunidade. O livro será lançado no dia 15/06, pela editora Arqueiro. É um relato pessoal do autor escrito em parceria com seu irmão mais velho, Micah Sparks.

     Repleto de fotografias, o livro resgata as lembranças da vida dos irmãos, inclusive os acontecimentos que levaram à publicação do primeiro best-seller de Nicholas

     Com humor e sensibilidade, os irmãos Sparks abrem sua vida, revelam suas origens e compartilham verdades surpreendentes sobre perda, amor e esperança.

domingo, 7 de junho de 2015

[Top 5] As melhores novelas de Walcyr Carrasco


     Walcyr Carrasco é um dos melhores contadores de histórias que eu conheço. Cresci lendo e assistindo suas obras e de certa forma, foi graças às suas novelas que peguei o gosto pela leitura. Quando, ainda na escola, me deparei com o livro "O Menino Narigudo" na prateleira da biblioteca, me surpreendi ao ver o nome do autor na capa. "Conheço esse nome de algum lugar..." - disse a mim mesmo. No mesmo dia tive a comprovação: durante a abertura de "Alma Gêmea", a novela das seis na época, que era um fenômeno, li nos créditos "novela de Walcyr Carrasco". Aí pensei: "Se 'Alma Gêmea' é tão boa, com certeza 'O Menino Narigudo' também é!". E era mesmo! Desde então não parei mais de ler!

     "Verdades Secretas"



     Amanhã estreia mais uma novela de Walcyr Carrasco, "Verdades Secretas". Estou bastante ansioso, pois será a única novela que vou poder acompanhar, pois as aulas na faculdade me impedem de assistir as outras. Além da sinopse ser muito interessante, quero conferir o retorno de Drica Moraes e Marieta Severo, a estreia de Camila Queiroz nas novelas e a atuação de Grazi Massafera em um papel diferente de tudo que ela fez até hoje.

      Por isso, resolvi listar aqui as 5 novelas do Walcyr que eu mais gostei de assistir até hoje. Confira:

sábado, 6 de junho de 2015

[Sinopse] "Seis Anos Depois", por Harlan Coben



     Imagine se você conhecesse uma pessoa durante o verão, se apaixonasse por ela e ambos vivessem os melhores meses de suas vidas? O que parecia um sonho para Jake Fischer, acaba deixando-o de coração partido e envolvido num mistério cada vez mais perigoso.

     "Seis Anos Depois", de Harlan Coben, foi lançado em julho de 2014, pela editora Arqueiro. Aclamado pela crítica, é considerado como um dos melhores do autor.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

[Resenha] O Poder da Escolha, por Zibia Gasparetto


     Superação e amizade. Esses são os principais temas de "O Poder da Escolha", o mais recente romance de Zibia Gasparetto, lançado em 2014 pela editora Vida & Consciência.

     "O Poder da Escolha" tem tudo aquilo que podemos esperar de um romance da autora. Não digo que ele seja previsível, mas me refiro ao seu estilo e narrativa. Aliás, ele não tem nada de previsível. Quando comecei a ler, apenas sabia o que havia lido na sinopse; não sabia em que direção a história iria se desenrolar, nem conseguia prever o que poderia acontecer. Também não fiz nenhum esforço para isso e deixei que o livro me conduzisse.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Globo lança o DVD da novela "Água Viva"

     
      E o mês de junho começou com o pé direito! Fiquei contente em saber que "Água Viva", minha novela preferida, acaba de ser lançada em DVD.

    Escrita por Gilberto Braga, com a colaboração de Manoel Carlos, "Água Viva" foi um grande sucesso exibido em 1980, às 20h, com direção de Paulo Ubiratan e Roberto Talma.

     A trama trouxe um frescor para o horário após a problemática "Os Gigantes", novela posterior no horário. E o sucesso foi tão grande que ela foi exibida poucos anos depois no "Vale a Pena Ver de Novo".

     Em 2013, "Água Viva" voltou a gerar repercussão ao entrar para a enquete do Canal Viva, concorrendo a uma reprise à meia-noite, substituindo "Rainha da Sucata". Com grande vantagem de votos e inúmeras campanhas a favor, "Água Viva" venceu as concorrentes e foi exibida no canal, para a alegria dos noveleiros. Quem já tinha assistido ficou ainda mais apaixonado vendo novamente; e quem conheceu caiu de amores logo nos primeiros capítulos.

  Agora, para coroar essa trajetória de sucesso, nada melhor do que uma versão em DVD, com onze discos, para assistir quando quiser e sempre que sentir saudades de Lígia, Miguel, Nelson, Maria Helena, Janete, Sueli, Stela e tantos outros personagens queridos!

     E vai poder desvendar de novo o mistério "Quem matou Miguel Fragonard?"



     Além do box com 11 discos, está à venda também uma charmosa caneca de porcelana no estilo da novela.

    Parabéns, Rede Globo! Esse lançamento de "Água Viva" em DVD só agrega ainda mais valor às celebrações dos seus 50 anos.


Box da novela de Gilberto Braga com 11 discos



Sinopse

     
     Nélson (Reginaldo Faria) é um bon-vivant que nunca trabalhou e vive de renda. Seu estilo de vida é abominado por seu irmão mais velho, o cirurgião plástico de sucesso, Miguel Fragonard (Raul Cortez). A relação entre ambos é de muito conflito, pois Miguel rejeita o estilo de vida do irmão e Nélson guarda mágoa de Miguel, por tê-lo colocado num colégio interno, na adolescência, quando seus pais faleceram.

     Miguel vive com sua mulher, Lucy (Tetê Medina), e sua filha, a jovem Sandra (Gloria Pires). Lucy é bondosa e faz de tudo para que os irmãos se relacionem bem.

     Após levar um golpe, Nélson perde tudo que tem. E pra completar, Suely (Ângela Leal), uma comissária de trem, o procura dizendo que ele é o pai de Maria Helena (Isabela Garcia), uma menina que vive num orfanato onde Suely faz trabalho voluntário. Maria Helena está prestes a completar oito anos e será transferida para um orfanato maior e sente-se amedrontada e insegura com a mudança. Comovida – e impossibilitada de adotar Maria Helena devido ao seu emprego instável -, Suely resolve encontrar o pai da menina para que ele a reconheça como filha. Acontece que Nélson, a princípio, não acredita ser o pai da menina e mediante a sua situação financeira, resolve não assumi-la. Desesperada, Suely tenta encontrar alguém que queira adotar Maria Helena.

     É nesse momento de sua vida que Nélson conhece Lígia (Betty Faria), uma mulher recém-divorciada e ambiciosa, mãe de dois filhos, que não mede esforços para se ascender socialmente. Ambos se encantam e passam a se relacionar sem compromisso.

     Mas o destino faz com que a rivalidade entre Miguel e Nélson aumente: Miguel fica viúvo após perder a esposa em uma explosão de lancha. Tempos depois, já recuperado da triste perda, o cirurgião plástico conhece Lígia e se apaixona por ela, sem saber de sua relação com Nélson. A partir de então, os irmãos Fragonard passam a disputar o amor de Lígia.

Livro Ilustrado "50 Anos de Novelas" é uma ótima forma de comemorar


     Novela é uma das paixões do brasileiro. É maravilhoso poder embarcar nessas histórias e conviver durantes meses com personagens incríveis. No ano em que completa 50 anos, a Globo resolveu inovar ao homenagear o gênero, lançando o livro ilustrado "50 Anos de Novelas".

     É uma sensação diferente quando preenchemos o álbum com as figurinhas. Somos transportados ao passado de duas formas: a 1ª, quando estamos diante do álbum, igual na infância. E a 2ª, quando deparamos com cenas, personagens e histórias que ficaram marcadas na nossa memória afetiva. É uma viagem no tempo!

     Mas apesar de todas as ótimas lembranças, o álbum não é tão perfeito assim. Do meu ponto de vista ele foi mal planejado. Percebi que muitas novelas irrelevantes tiveram grande destaque, enquanto outras, mais marcantes, não foram nem citadas. Felizmente, minha novela preferida, "Água Viva", foi lembrada, porém muito pouco. Senti falta de "Alma Gêmea", "Chocolate com Pimenta", "A Gata Comeu". E fiquei negativamente surpreso com o espaço que deram para "Tropicaliente", uma novela pouco lembrada e de gosto duvidoso.

     Mas só pelo fato de ter sido lançado, o "50 Anos de Novelas" já valeu a pena. Só quem aprecia de verdade uma boa novela sabe a sua importância. E acho que a Globo deveria inovar um pouco mais na comemoração dos 50 anos e lançar um livro de colorir para adultos com o tema "novelas". Colorir, por incrível que pareça, é uma prática que está em alta no momento entre os adultos, impulsionando o mercado. Já pensou colorir uma cena antológica das novelas?



     E a primeira figurinha do meu álbum foi o personagem Ivan Meireles (Antonio Fagundes), o administrador de empresas da novela "Vale Tudo".